Aplicativos Rio 2016

Amplie sua experiência nos Jogos.

Download
Para quem vai a sua torcida?

Para quem vai a sua torcida?

Escolha seus atletas, times, esportes e países favoritos clicando nos botões ao lado dos nomes

Nota: As configurações de favoritos são gravadas em seu computador através de Cookies Se você deseja mantê-las, não limpe seu histórico de navegação

Por favor, ajuste suas preferências

Verifique se as suas preferências estão ajustadas. Você poderá modificá-las a qualquer momento

Expandir Conteúdo

Os calendários serão apresentados neste fuso horário

Expandir Conteúdo
Contraste
Cores originais Cores originais Alto contraste Alto contraste
Ver todos os recursos de Acessibilidade
Um mundo novo

Vela

Compre Ingressos Aqui
Navegando contra e a favor do vento. A vela estreou em Sydney 2000 e chega ao Rio 2016 com barcos para um, dois ou três tripulantes. Todas as provas do esporte nos Jogos Paralímpicos são mistas – homens e mulheres competem nas mesmas regatas.
Guia do Espectador - Vela
  • Vela

Países

Atletas

Provas

23 80 3

Calendário & Resultados

Calendário & Resultados

Vela

Selecione o fuso horário:
Hora do Rio
Meu fuso horário
setembro18
Data Evento Status

Info

Info

Desafio

Impulsionados pelo vento, barcos a vela guiados por atletas com deficiências físico-motoras e visuais devem completar o percurso determinado pelas boias em menos tempo que seus adversários

Por que assistir?

Você vai torcer e se inspirar com homens e mulheres competindo em igualdade de condições nas águas da Baía de Guanabara, em uma disputa emocionante

Federação Internacional

Estreia Paralímpica

Sydney 2000

Regras
  • Amurada

    Amurada

    Parte lateral do barco protegida do vento

  • Biruta

    Biruta

    Aparelho utilizado para apontar a direção do vento

  • Sotavento

    Sotavento

    Lado oposto de onde sopra o vento

Para tirar onda com os amigos

  • A primeira competição internacional de vela para pessoas com deficiência foi realizada na Suíça, na década de 80

    A primeira competição internacional de vela para pessoas com deficiência foi realizada na Suíça, na década de 80

  • Antes de entrar oficialmente no programa Paralímpico, em Sydney 2000, a vela participou como esporte exibição dos Jogos Atlanta 1996

    Antes de entrar oficialmente no programa Paralímpico, em Sydney 2000, a vela participou como esporte exibição dos Jogos Atlanta 1996

  • Nos Jogos Sydney 2000, os australianos Noel Robins, Jamie Dunross, Graeme Martin e o alemão Heiko Kroeger consagraram-se os primeiros campeões Paralímpicos da vela

    Nos Jogos Sydney 2000, os australianos Noel Robins, Jamie Dunross, Graeme Martin e o alemão Heiko Kroeger consagraram-se os primeiros campeões Paralímpicos da vela

  • Em Londres 2012, competindo contra 15 homens, a britânica Helena Lucas tornou-se a primeira mulher a ganhar o ouro na classe 2.4mR

    Em Londres 2012, competindo contra 15 homens, a britânica Helena Lucas tornou-se a primeira mulher a ganhar o ouro na classe 2.4mR

  • O holandês Udo Hessels é o único atleta a participar das quatro edições Paralímpicas da vela e também do torneio exibição dos Jogos Atlanta 1996

    O holandês Udo Hessels é o único atleta a participar das quatro edições Paralímpicas da vela e também do torneio exibição dos Jogos Atlanta 1996

  • Com um ouro e duas pratas na classe Sonar, o alemão Jens Kroker é o único velejador no mundo com três medalhas nos Jogos Paralímpicos

    Com um ouro e duas pratas na classe Sonar, o alemão Jens Kroker é o único velejador no mundo com três medalhas nos Jogos Paralímpicos

  • Os barcos da vela Paralímpica são projetados para ter uma estabilidade maior e possuem mais espaço na área onde ficam os tripulantes, para facilitar o deslocamento

    Os barcos da vela Paralímpica são projetados para ter uma estabilidade maior e possuem mais espaço na área onde ficam os tripulantes, para facilitar o deslocamento

  • O brasileiro nos Jogos Londres 2012, na classe SKUD 18, Bruno Landgraf, era goleiro profissional de futebol até 2006, quando sofreu um acidente de carro e ficou tetraplégico

    O brasileiro nos Jogos Londres 2012, na classe SKUD 18, Bruno Landgraf, era goleiro profissional de futebol até 2006, quando sofreu um acidente de carro e ficou tetraplégico

As Regatas

O ponto de largada de cada regata é uma linha imaginária formada por dois barcos da organização do evento. Boias colocadas em pontos determinados da raia determinam os trajetos que deverão ser percorridos pelas embarcações.

Em um esporte em que o vento é combustível para o barco, vence quem melhor se adaptar às condições climáticas e de navegação.

Pontuação

Cada classe realiza uma série de regatas, e as embarcações acumulam pontos de acordo com a sua colocação. Os dez melhores disputam a regata da medalha, que tem pontuação duplicada, e os vencedores são aqueles que somarem menos pontos.

Barcos

2.4mR: barco de casco simples, para um tripulante, com 4,16m de comprimento e 260kg de peso. Tem duas velas e passou a fazer parte dos Jogos Paralímpicos em Sydney 2000.

SKUD 18: com capacidade para duas pessoas, uma com deficiência severa e outra com deficiência mínima, este barco possui três velas, casco simples, mede 5,8m e pesa cerca de 400kg. Participou dos Jogos Paralímpicos pela primeira vez em Pequim 2008.

Sonar: pesa quase uma tonelada e tem duas velas. Seu casco de 7m de extensão é ocupado por uma tripulação de três competidores. Estreou nos Jogos Paralímpicos em Sydney 2000.

Classificação

Os atletas são divididos em classificações de 1 a 7, conforme sua capacidade funcional, onde quanto menor for o número associado, maior é o grau de limitação. Na classe SKUD 18, a tripulação de cada barco deve conter um homem e uma mulher, sendo que um deles dever ter classificação 1 ou 2. Na classe Sonar, o somatório dos três tripulantes não pode passar de 14 pontos.

Estatísticas

Maiores Medalhistas

Masculino
ger
Jens Kroker
1 2 0 3
aus
Daniel Fitzgibbon
1 1 0 2
ned
Udo Hessels
1 1 0 2
Feminino
gbr
Helena Lucas
1 0 0 1
aus
Liesl Tesch
1 0 0 1
usa
Maureen McKinnon Tucker
1 0 0 1

Países

Atletas

Atletas & Times

Gênero

Gênero
Feminino 19
Masculino 81
Women
Men

Faixa Etária

Faixa Etária
Abaixo de 15 0
16 - 20 1
21 - 25 5
26 - 30 16
31 - 40 20
Acima de 40 58
  • A
  • B
  • C
  • D
  • E
  • F
  • G
  • H
  • I
  • J
  • K
  • L
  • M
  • N
  • O
  • P
  • Q
  • R
  • S
  • T
  • U
  • V
  • W
  • X
  • Y
  • Z