Os Jogos Olímpicos

Os primeiros registros do Boxe datam do Egito, por volta do ano 3.000 antes de Cristo. O esporte é praticado desde os chamados Jogos Olímpicos da Antiguidade, no final do Século VII, quando lutadores usavam tiras de couro para proteger mãos e antebraços na Grécia Antiga. Anos depois, em Roma, elas foram substituídas por uma luva com entalhes de metal, mas os combates eram muito sangrentos e sempre terminavam com a morte de algum dos participantes.

Após a queda do Império Romano, o Boxe desapareceu. O esporte voltou a ganhar força por volta do Século XVII, na Inglaterra, e lutas amadoras foram organizadas de forma oficial em 1880.

A estreia do esporte nos Jogos Olímpicos aconteceu na edição de 1904, em Saint Louis. O Boxe ficou fora da edição de 1912, em Estocolmo, porque a lei sueca à época proibia a prática das disciplinas de combate.

O Boxe retornou ao programa olímpico em 1920, quando Antuérpia, na Bélgica, recebeu os Jogos. Neste mesmo ano, foi fundada a federação internacional de boxe. Desde então, as regras evoluíram: o capacete de proteção se tornou obrigatório nas edições de 1984, em Los Angeles, enquanto em 1992, na cidade de Barcelona, foi introduzido o sistema de contagem eletrônica, entre outras mudanças.

Os Jogos de 2012, em Londres, foram palco da principal novidade no Boxe: a entrada de três categorias femininas – Mosca (48 a 51 kg), Leve (57 a 60 kg) e Médio (69 a 75 kg). Os homens competirão em dez categorias, que vão de Mosca Ligeiro (46 a 49kg) até Superpesado (acima de 91 kg).

As lutas masculinas de Boxe nos Jogos Olímpicos têm três rounds de três minutos cada, e as femininas tem quatro rounds com duração de dois minutos. Os participantes ganham pontos para cada soco que atingir a cabeça ou parte superior do adversário, avaliado por cinco juízes que ficam em torno do ringue. Os combates também terminam em caso de nocaute, abandono ou desqualificação. O árbitro pode encerrar se achar que um dos participantes não está em condições de continuar.

O formato da disputa olímpica é por eliminação direta. As chaves contam com 16, 26 ou 28 participantes, dependendo da categoria. Já as mulheres entrarão em chaves de 16 competidoras, ou diretamente nas quartas de final. Os vencedores de cada lado disputam o ouro, e cada um dos perdedores das semifinais recebe uma medalha de bronze.