Os Jogos Olímpicos

Presente no programa olímpico desde a edição de 1992, em Barcelona, o Badminton tem suas origens na Inglaterra, por volta de1600, e deriva de um jogo chamado Battledore and Shuttlecock, cujo objetivo era bater com uma raquete em uma peteca o maior número de vezes possível, sem deixá-la cair no chão.

Em meados de 1800, soldados ingleses que estavam na Índia desenvolveram uma versão do jogo denominada “Poon”,  que utilizava uma rede, e levaram a modalidade para seu país. A disciplina foi apresentada por convidados pelo Duque de Beaufort em seu palácio campestre, chamado Badminton House – daí o nome que rebatizou o esporte.

Em março de 1898 houve a primeira realização de um torneio, também na Inglaterra. Durante a década de 30, o Badminton ganhou força em países como Dinamarca, Estados Unidos e Canadá. No ano de 1934, surgiu a federação internacional, que organizou o primeiro Mundial da disciplina em 1948.

Em 1966, o Badminton foi incluído no programa dos Jogos da Comunidade Britânica realizados em Kingston, capital da Jamaica.  A estreia olímpica foi no ano de 1972, em Munique, como esporte de exibição, o que ocorreu também em 1988, em Seul.

A disciplina passou a fazer parte do programa oficial apenas nos Jogos Olímpicos de 1992, em Barcelona, com disputas de simples e duplas para homens e mulheres. O evento de duplas mistas foi incluído apenas no ano de 1996, em Atlanta.

Um ponto de Badminton é disputado até que um dos participantes deixe a peteca cair do seu lado da rede. Cada partida tem três games de 21 pontos cada, e vence quem ganhar dois. Se houver empate em 20 a 20, leva o game quem abrir dois pontos primeiro. No entanto, se o placar for de 29 a 29, quem fizer o ponto seguinte é o vencedor. Em um game há um intervalo de um minuto assim que o primeiro participante ou dupla atingir os 11 pontos.  No terceiro game, os participantes mudam de lado quando o placar chega  a 11.

Antes de cada partida, um sorteio é feito para definir quem começa sacando. O serviço muda de lado apenas quando o sacador perde o ponto. Nas duplas, os participantes se alternam. O saque é parecido com o tênis, em diagonal, alternando de lado – se o placar de quem serve é par, ele saca da esquerda, e da direita se for ímpar - e para uma área específica.

Na disputa, há uma fase preliminar, em que todos se enfrentam dentro de um grupo. Os 16 melhores (no caso de simples) e os oito melhores (nas duplas) avançam à etapa eliminatória, em que os vencedores de cada lado da chave disputam o ouro. São entregues dois bronzes, para os perdedores das semifinais.
Cada peteca pesa entre 4,74 e 5,5 gramas, e tem 16 penas de ganso – todas tiradas da asa esquerda da ave. Durante uma partida, ela pode atingir até 400 km/h.