Notícias

22/11/2013

Últimos dias para visitar a exposição Olímpica no Rio de Janeiro

Mostra gratuita, que vai até 1º de dezembro, reúne 300 peças históricas, como medalhas, tochas, mascotes e uniformes

Enviar para um amigo

Painel com recordes, detalhes e curiosidades do esporte brasileiro em Jogos Olímpicos é uma das atrações preferidas dos visitantes (Foto: Alexandre Macieira/RioTur/ASCOM)

Quer conferir a exposição Olímpica? Então não perca tempo. A mostra interativa “Jogos Olímpicos: Esporte, Cultura e Arte” fica em cartaz no Museu Histórico Nacional, no Centro do Rio, até o dia 1º de dezembro. Com entrada gratuita, a exposição reúne 300 peças históricas que marcaram a trajetória dos Jogos da Era Moderna – como medalhas originais, tochas, mascotes e uniformes – que fazem parte do acervo do Museu Olímpico de Lausanne, na Suíça.

Durante a visita, o público tem a experiência de empunhar a tocha dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 – com a Tower Bridge ao fundo –, de tirar fotos ao lado da famosa mascote Mischa (de Moscou, em 1980), e de participar de uma simulação de salto em distância. O público pode conferir ainda o uniforme de Roger Federer, a sapatilha de Adhemar Ferreira da Silva, o tênis de Michael Jordan, as luvas de “Sugar” Ray Leonard e o maiô de Cesar Cielo - todos campeões Olímpicos – dentre outras peças que ficaram imortalizadas pelos atletas.

Organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), a mostra, que passou por São Paulo no primeiro semestre, serve de aquecimento para o Rio 2016, além de ser um verdadeiro convite para mergulhar na história, nos sonhos, valores e desafios dos Jogos. Os itens da exposição estão divididos em nove módulos: Jogos da Antiguidade, O Sonho de Coubertin, Acendendo a Tocha, Cerimônias, Esportes e Medalhas, Mascotes, Rio 2016, Memorabília e Time Brasil, que conectam história, emoção, conhecimento, educação e cultura.

Confira alguns itens expostos:

- Uniforme do tenista Roger Federer (SUI), campeão olímpico nos Jogos de Pequim 2008

- Tênis do jogador americano de basquete Michael Jordan, campeão olímpico nos Jogos de Barcelona 1992

- Cópia do discurso proferido pelo Barão Du Coubertin sobre a proposta de recriação dos Jogos Olímpicos na Era Moderna, apresentado em Sorbonne, Paris, em 1892

- Medalhas de premiação, tochas, mascotes

- Maiô do nadador brasileiro campeão olímpico Cesar Cielo usado em  Pequim 2008

- Sapatilha e medalha de Adhemar Ferreira da Silva, bicampeão Olímpico nos Jogos Helsinque 1952 e Melbourne 1956

- Luva autografada pelo boxeador americano “Sugar” Ray Leonard, medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Montreal 1976 e campeão mundial em cinco categorias diferentes

- Pistola de Guilherme Paraense – arma utilizada na conquista da primeira medalha de ouro da história do Brasil, na prova de tiro rápido individual, nos Jogos Olímpicos Antuérpia 1920

- Réplica da cesta de pêssegos que o professor canadense radicado nos Estados Unidos, James Naismith, utilizou na invenção do basquete, em 1891

Serviço

Local: Museu Histórico Nacional

Endereço: Praça Marechal Âncora S/Nº, Centro - Rio de Janeiro (Próximo à Praça XV)

Data: Entre 13 de setembro e 1º de dezembro de 2013

Horário de visitação: De terça a sexta - das 10h às 17h30 / Sábados, domingos e feriados - das 14h às 18h / Segunda-feira - fechado

Ingressos: Gratuito

Enviar para um amigo

Filtrar em Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba por e-mail as últimas notícias do Rio 2016™.

+
Notícias

RSS de notícias

Fique sabendo imediatamente quando uma nova informação é publicada.

+ASSINE JÁ