Notícias

10/03/2013

Instalação de remo do Rio 2016™ é “impressionante”, diz a lenda Olímpica Steve Redgrave

Dono de cinco medalhas de ouro pela Grã-Bretanha, Redgrave prevê uma “grande festa” no Brasil. Diz que o Rio pode ser tão especial quanto Londres

Enviar para um amigo

A lenda do remo Steve Redgrave esteve no Rio e experimentou a instalação de remo dos Jogos Rio 2016 (Foto: Alex Ferro/Rio 2016™)

A lenda do remo Olímpico Steve Redgrave acredita que a instalação escolhida para o seu esporte nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™ será “muito especial” para atletas e espectadores.

O britânico, que ganhou cinco medalhas de ouro em cinco Jogos consecutivos entre 1984 e 2000, visitou a Lagoa Rodrigo de Freitas nesse sábado e deu algumas dicas a jovens remadores brasileiros.

Depois, demonstrou empolgação ao falar da instalação: “É um cenário maravilhoso, impressionante. No nosso esporte, normalmente competimos fora da cidade. Nunca chegamos a competir no coração da cidade, mas aqui no Rio temos essa chance. Estaremos bem no meio de onde acontecem os Jogos, com a estátua do Cristo Redentor pairando sobre os remadores. Será muito, muito especial do ponto e vista do remador, e tenho certeza de que será especial para os espectadores também.”

Redgrave, de cinquenta anos, pousou no Rio para o Prêmio Laureus – conhecido como o “Oscar do esporte” – que acontecerá na segunda-feira no Teatro Municipal. O Rio sediará o evento em 2013 e 2014 em reconhecimento à proeminência da cidade no mundo do esporte, já que se prepara para receber a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016.

Redgrave é membro da Laureus Academy, um grupo de elite formado por lendas do esporte que selecionam os ganhadores do prêmio. E tem certeza de que os Jogos do Rio serão espetaculares.

“O Rio oferecerá uma atmosfera de festa, com muita empolgação”, disse. “Todos conhecemos o Carnaval daqui e esse aspecto da cultura brasileira. Também é a primeira vez que os Jogos Olímpicos acontecerão na América do Sul, e isso será ótimo, e acho que o Rio fará um trabalho fantástico.”

“As pessoas dizem que Londres fez os melhores Jogos, e será um desafio para o Rio manter o mesmo nível. Mas tenho certeza de que o Rio vai conseguir realizar ótimos Jogos do seu jeito. Serão Jogos muito especiais, mas de uma forma diferente do que os Jogos de Londres foram. Essa é a beleza dos Jogos – não se trata apenas de realizar um ótimo evento esportivo, trata-se também de viver a cultura local.”

Redgrave ficou impressionado com a receptividade com que o receberam no Clube de Remo do Botafogo, onde deu orientações a jovens remadores tanto em terra quanto na água.

“Fiz muitas coisas diferentes ao longo dos anos, mas nunca fui tão reconhecido em um clube”, disse. “É um clima muito bom e quero agradecer ao clube por cuidar tão bem de mim e me dar a oportunidade de remar novamente. Foi ótimo poder treinar na instalação Olímpica de remo – não houve muitas instalações Olímpicas na qual tivesse remado e não tivesse ganhado. Talvez eu volte daqui a três anos!”

Apesar da piada, Redgrave frisou que permanecerá em terra seca durante os Jogos Olímpicos. “Adoraria pensar que poderia competir, mas completei cinquenta anos ano passado! Agora eu fico feliz de estar no banco assistindo aos outros remando. Consigo aproveitar um pouco mais e não tenho que ficar preocupado em perder o meu título.”

Redgrave também comentou que os Jogos poderiam incentivar a prática do remo no Brasil. “O Brasil já é forte na América do Sul, e o padrão aumentará por causa dos Jogos. O remo já faz parte da cultura brasileira, como é possível ver na ligação entre os clubes de remo com outros esportes. O Flamengo é famoso no mundo todo, e tem as pás de remo na insígnia! Nenhum outro país possui pás de remo nas camisas de futebol. Isso é muito especial.”

“Vimos hoje que há remadores muito bons aqui, mas é preciso ter mais, porque é necessária uma base muito larga para tirar dela um ou dois que chegam ao topo da pirâmide. O Brasil obtém um desempenho muito bom considerando o número de atletas que tem, mas precisa de mais atletas remando diariamente em bons locais de competição para produzir campeões Olímpicos.”

Enviar para um amigo

Filtrar em Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba por e-mail as últimas notícias do Rio 2016™.

+
Notícias

RSS de notícias

Fique sabendo imediatamente quando uma nova informação é publicada.

+ASSINE JÁ