Notícias

22/05/2013

Futebol une todo o Brasil para celebrar a primeira edição dos Jogos na América do Sul

Em 2016, esporte mais popular do mundo será realizado em cinco estados e promete unir o país em torno dos ideais olímpicos

Enviar para um amigo

México venceu o Brasil por 2 a 1 na decisão do futebol masculino nos Jogos de Londres (Foto: Getty Images/Julian Finney)

Um dos trunfos do Rio de Janeiro para receber os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016™ foi o fato de a cidade receber todas as competições esportivas, inclusive a vela e o hipismo, em um raio de cerca de 30 quilômetros. A única exceção é o futebol. O esporte mais popular do mundo vai unir todo o Brasil com jogos em outras quatro cidades: Brasília, Belo Horizonte, Salvador e São Paulo.

Aproveitando a proximidade do início da Copa das Confederações e as recentes inaugurações de estádios que serão usados nos Jogos Olímpicos, o site oficial do Rio 2016™ inicia nesta quarta-feira, dia 22, a publicação do terceiro especial de esportes do ano. Depois do golfe e do handebol, chegou a vez do futebol receber uma série de reportagens.

O especial contará com matérias sobre o futebol masculino e feminino, o futebol de 5 e o futebol de 7, além de um artigo com detalhes de cada arena esportiva. Entrevistas exclusivas com alguns dos maiores nomes do esporte como o Rei Pelé, a atacante Cristiane, a artilheira de todas as edições dos Jogos Olímpicos com 12 gols, e o paraibano Bill, tricampeão paralímpico do futebol de 5.

Brasil busca primeiro ouro

Apesar de ter alcançado o pódio em cinco das últimas oito edições dos Jogos, o Brasil ainda persegue o primeiro ouro. Disputado desde a segunda edição dos Jogos, em 1900, o futebol masculino tem dois países: a Grã Bretanha (1900, 1908 e 1912) e a Hungria (1952, 1964 e 1968). Argentina (2004 e 2008), União Soviética (1956 e 1988) e Uruguai (1924 e 1928) subiram no alto do pódio em duas oportunidades.

No feminino, os Estados Unidos conquistaram a medalha de ouro em quatro das cinco edições olímpicas (1996, 2004, 2008 e 2012) e ainda somam uma medalha de prata, quando a equipe foi derrotada pela Noruega no ano 2000 em partida épica. Na decisão de Londres 2012, a equipe de Abby Wambach e da goleira Hope Solo venceu o Japão, atual campeão mundial, com dois gols da camisa 10 Carli Lloyd. O Brasil, prata em 2004 e 2008, foi eliminado pelas japonesas nas quartas-de-final.

O futebol dos Jogos Paralímpicos, por sua vez, começou a ser disputado em Atenas 2004 apenas pelos homens e é dividido em futebol de 5 (para cegos) e futebol de 7 (para paralisados cerebrais). Na competição para cegos, o Brasil manteve a hegemonia e venceu pela terceira vez seguida, com grandes atuações dos craques Jefinho, Ricardinho e Bill, além do goleiro Fabio, hoje o técnico da equipe.

Em Londres, a Ucrânia tentou manter-se como única campeã do futebol de 7, após os títulos conquistados em Atenas e Pequim. Mas a seleção do país foi derrotada pela Rússia por 1 a 0, gol de Eduard Ramonov, em partida que ficou marcada como a última competição esportiva dos Jogos Paralímpicos de 2012.

Confira a programação:

22/05
Início de 2013 marca a inauguração de quatro dos cinco estádios olímpicos
23/05
Brasil busca supremacia no futebol de 5 e Ucrânia tenta voltar ao topo no futebol de 7
24/05
Artilheira em Jogos Olímpicos, Cristiane aponta Alemanha e Japão como favoritas no Rio 2016™
25/05
América Latina se mantém no topo do futebol em Jogos Olímpicos no século XXI

Enviar para um amigo

Filtrar em Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba por e-mail as últimas notícias do Rio 2016™.

+
Notícias

RSS de notícias

Fique sabendo imediatamente quando uma nova informação é publicada.

+ASSINE JÁ