Notícias

21/02/2014

Acompanhe a evolução das obras do Parque Olímpico e das demais instalações dos Jogos Rio 2016 na Barra da Tijuca

Região se prepara em ritmo acelerado para receber o maior evento esportivo do planeta

Enviar para um amigo

O Parque Olímpico dos Jogos Rio 2016 será o principal local de competição na Barra da Tijuca (Foto: Empresa Olímpica Municipal)

Considerada o "coração" dos Jogos Rio 2016, a Barra da Tijuca se prepara para receber o maior evento esportivo do planeta. Além de abrigar o Parque Olímpico, a região concentrará também instalações-chave para o evento, como a Vila Olímpica e Paralímpica, o Centro Principal de Mídia (MPC), o Centro de Transmissão Internacional (IBC), a Vila de Mídia da Barra e o Parque dos Atletas. (Veja imagens do avanço das construções)

Na Barra, serão realizadas competições de 20 disciplinas de esportes Olímpicos e de 12 modalidades Paralímpicas. As disputas acontecerão nas nove instalações do Parque Olímpico, nos quatro pavilhões esportivos do Riocentro e no Campo Olímpico de Golfe.

Confira abaixo a evolução das obras e veja como serão as instalações.

Parque Olímpico

Arena Olímpica do Rio: Construída para os Jogos Pan-Americanos de 2007, receberá as competições Olímpicas de ginástica - artística, rítmica e de trampolim - e o basquete em cadeira de rodas nos Jogos Paralímpicos. Já está pronta para os Jogos.

(Foto: Buda Mendes/Getty Images)

 

Centro Aquático Maria Lenk: Receberá as provas dos saltos ornamentais e do nado sincronizado nos Jogos Olímpicos. Palco das disputas dos Jogos Pan-Americanos de 2007, sofrerá pequenos ajustes para receber as competições do Rio 2016.

(Foto: Buda Mendes/Getty Images)

 

Centro Olímpico de Tênis: Dezesseis quadras -  com capacidade para até 18 mil pessoas - serão construídas em terreno de nove hectares para receber o torneio Olímpico de tênis e as disputas Paralímpicas de tênis em cadeira de rodas e futebol de 5. Depois dos Jogos, será parte do Centro Olímpico de Treinamento (COT), um dos principais legados esportivos dos Jogos. As obras tiveram início em outubro de 2013, com a montagem do canteiro de obras, a terraplenagem fina do terreno e a execução das fundações. A previsão de conclusão é no segundo semestre de 2015.

(Imagem: Rio 2016)

 

Estádio Olímpico de Desportos Aquáticos: Com 18 mil assentos, a instalação será sede da natação e do polo aquático nos Jogos Olímpicos, e da natação nos Jogos Paralímpicos. Ficará pronta no início de 2016.

(Imagem: Empresa Olímpica Municipal)

 

Halls Olímpicos 1,2,3 e 4: Os quatro Halls Olímpicos terão capacidade para receber até 48 mil pessoas e serão palco de seis modalidades Olímpicas – basquetebol, judô, luta olímpica, esgrima, taekwondo e handebol – e seis Paralímpicas – basquetebol em cadeira de rodas, rugby em cadeira de rodas, bocha, judô, voleibol sentado e goalball. Os Halls 1, 2 e 3 serão permanentes e farão parte, após os Jogos, do Centro Olímpico de Treinamento (COT).  A construção teve início em julho de 2013 e estará concluída na segunda metade do ano que vem. Já o Hall 4, que terá sua estrutura transformada em quatro escolas ao final do evento, começará a ser erguido este ano e também ficará pronto no segundo semestre de 2015.

(Imagem: Empresa Olímpica Municipal)

 

Velódromo Olímpico do Rio: Instalação que receberá o ciclismo de pista e o paraciclismo de pista nos Jogos Rio 2016, o velódromo do Rio terá capacidade para quase seis mil pessoas. A construção teve início em fevereiro de 2014 e estará pronta no segundo semestre de 2015.

(Imagem: Empresa Olimpica Municipal)

 

IBC/MPC: O Centro de Transmissão Internacional (IBC) e o Centro Principal de Mídia (MPC) ocuparão área de mais de 100 mil m² no Parque Olímpico. Serão a base da imprensa e da transmissão e cobertura dos Jogos. As estruturas começaram a ser erguidas em outubro de 2013 e estarão concluídas no segundo semestre de 2015.

(Imagem: Empresa Olímpica Municipal)

 

Riocentro

Pavilhões 2, 3, 4 e 6: Principal centro de exposições e convenções da cidade, terá quatro pavilhões esportivos durante os Jogos. Mais de 25 mil pessoas poderão acompanhar as disputas Olímpicas de levantamento de peso, tênis de mesa, badminton e boxe, além dos torneios Paralímpicos de halterofilismo e tênis de mesa.

(Imagem: Rio 2016)

 

Reserva Marapendi

Campo Olímpico de Golfe: Com capacidade para 25 mil pessoas, será palco do retorno do golfe aos Jogos Olímpicos após um intervalo de 112 anos. Os trabalhos no terreno começaram em abril de 2013 e têm previsão de término para 2015. Após os Jogos, será o primeiro campo de golfe público oficial da cidade.

(Imagem: Rio 2016)

 

Vila Olímpica e Paralímpica

A estrutura - que contará com 31 prédios de 17 andares e 10.064 quartos - começou a ser erguida em novembro de 2010. Atualmente, todas as fundações já estão instaladas e três prédios já estão concluídos. A conclusão da obra acontecerá até o final de 2015.

(Imagem: Rio 2016)

 

Parque dos Atletas

O espaço de 250 mil m2 foi transformado em um parque, que funcionará como área de lazer e local de treinamento oficial dos atletas nos Jogos Rio 2016. Entregue em 2011, já recebeu grandes eventos, como duas edições do Rock in Rio.

(Foto: Buda Mendes/Getty Images)

Enviar para um amigo

Filtrar em Notícias

Newsletter

Cadastre-se e receba por e-mail as últimas notícias do Rio 2016.

+
Notícias

RSS de notícias

Fique sabendo imediatamente quando uma nova informação é publicada.

+ASSINE JÁ