Entrevistas

Chris Crowley

Enviar para um amigo

O diretor de Gestão de Instalações, Chris Crowley (Foto: Rio 2016™)

Nascido em San Francisco, na Califórnia, o diretor da área de Gestão de Instalações, Christopher Crowley, encara um dos maiores desafios da sua carreira. Com sólida experiência em grandes eventos, Chris já teve passagem por dois Jogos Olímpicos de Inverno (Salt Lake 2002 e Vancouver 2010), sempre atuando junto à gerência de instalações. No Rio 2016™, no entanto, o desafio é ainda maior. Integrante do time desde novembro de 2012, Crowley é responsável pela gestão de mais de 50 instalações de competição e de não-competição dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Uma das principais entregas da equipe de Chris está, neste exato momento, em construção. A partida do chamado “Model Venue Exercise” foi dada no último dia 13 de junho e seguirá pelas próximas 15 semanas. A iniciativa define uma única instalação, a Arena Olímpica do Rio, para servir de modelo para as outras instalações, que irão abrigar todos os eventos, competições e demais serviços dos Jogos. Liderada por Crowley, a equipe de Gestão de Instalações é responsável por integrar as operações de quase todas as áreas funcionais operacionais do comitê em cada local.

“É uma tarefa bastante desafiadora, mas temos ao nosso favor um time muito receptivo e motivado para fazer isto acontecer. Toda a equipe envolvida no Model Venue vem fazendo um trabalho incrível. O nosso maior objetivo é criar um método de planejamento de operações mais integrado, consistente e efetivo”, conta.

Os números impressionam. Somente para os Jogos Olímpicos, serão 45 campeonatos mundiais em apenas 17 dias. No Paralímpico, são mais 23. Servindo como palco para tudo isso, 36 instalações de competição. Mais 14 recebem outros eventos, como é o caso do Centro Principal de Imprensa, por exemplo.

Fazer com que todas estas 50 instalações estejam prontas para receber não somente as disputas, mas também oferecer serviços de qualidade aos espectadores, atletas, imprensa e os próprios colaboradores e voluntários que comparecerão a cada local é um trabalho feito por muitas mãos. O objetivo do Model Venue Exercise é, portanto, mapear todos os serviços, equipamentos, força de trabalho e demais requisitos aplicados a uma instalação específica, de modo a atender a cada um destes clientes.

Para isto, a partir de 13 de junho, as diversas áreas do comitê tem a missão de antecipar cada movimento das suas operações durante os Jogos. A equipe de Crowley é responsável por receber todo este material, compilar e, então, integrar todas estas operações.

“Até agora, as áreas funcionais eram responsável pelo seu próprio planejamento e o faziam de acordo com suas necessidades específicas, sem antes considerar todo o resto que vai acontecer ao seu redor. A partir do Model Venue, nós vamos ter em mãos todo este planejamento, mas agora investimos em uma visão global, identificando os pontos de ligação entre uma área e outra, prevendo tudo o que precisa estar em sincronia e como esta integração vai ocorrer”, comenta.

O produto final desta iniciativa vai mostrar, em uma série de documentos, os recursos, serviços e demais operações que acontecerão na Arena Olímpica do Rio, incluindo equipamentos, serviços, força de trabalho e aspectos de segurança, entre outros. Com este planejamento operacional pronto, aplica-se a mesma metodologia para as demais instalações, respeitando sempre as suas características específicas.

A experiência do norte-americano agrega ao time Rio 2016™ um importante conhecimento para a condução destas instalações em alto padrão de qualidade. Crowley já foi gerente geral das instalações de esqui e snowboarding dos Jogos de Inverno de Salt Lake 2002 e gerente geral do Whistler Medals Plaza e do Centro de Mídia Whistler em Vancouver 2010. Além da experiência em Jogos, também atuou no gerenciamento de instalações municipais de Salt Lake e São Francisco em eventos mundiais, esportivos e musicais.

Apostando na excelência operacional e no trabalho em equipe, o desafio de Crowley já começa a ser superado. Com mais de três anos até a cerimônia de abertura, no Comitê Organizador, os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016™ já começaram.
 

Enviar para um amigo

Filtrar em Entrevistas

Newsletter

Cadastre-se e receba por e-mail as últimas notícias do Rio 2016™.

+